Fale conosco pelo WhatsApp

Doenças respiratórias causadas pelo tabagismo

imagem ilustrativa
Por: Publicado em 04/08/2022

O tabagismo ativo e passivo está associado ao desenvolvimento de diversas doenças crônicas e enfermidades graves

Embora as pessoas falem mais a respeito do desenvolvimento do câncer, o hábito de fumar também causa outros grandes danos às vias aéreas. Existem inúmeras doenças respiratórias causadas pelo tabagismo, e todas as pessoas expostas ao cigarro apresentam elevado risco de desenvolvê-las (tanto o fumante como as pessoas que convivem com eles, os chamados fumantes passivos).

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, o tabaco é responsável por 80% dos casos de doença pulmonar obstrutiva, considerada atualmente a segunda maior causa de mortalidade no mundo. Além de ser diretamente responsável pelas doenças respiratórias causadas pelo tabagismo, o hábito de fumar pode agravar sintomas de doenças já existentes. Entenda melhor, a seguir!

Quais são as doenças respiratórias causadas pelo tabagismo?

Estima-se que o tabagismo ativo e a exposição passiva à fumaça do tabaco estejam relacionados ao desenvolvimento de cerca de 50 doenças, que vão desde cânceres a problemas cardiovasculares e doenças respiratórias. Além disso, o tabagismo está relacionado a úlceras digestivas, osteoporose, impotência sexual masculina e complicações na gestação.

Levando em conta as doenças respiratórias causadas pelo tabagismo, é possível destacar:

  • Asma: inflamação das vias aéreas inferiores, causando estreitamento dos bronquíolos e dificuldade para respirar;
  • Enfisema pulmonar: destruição dos alvéolos, dificultando a passagem de ar e a oxigenação do sangue;
  • Bronquite crônica: inflamação dos brônquios, levando ao estreitamento de suas paredes e acúmulo de secreção;
  • Doença pulmonar crônica obstrutiva: condição progressiva que obstrui as vias aéreas e dificulta a respiração.

Qual a relação entre o cigarro e doenças respiratórias?

A fumaça do cigarro causa uma resposta inflamatória não apenas nos pulmões, mas nas vias aéreas como um todo, causando uma agressão térmica que afeta as estruturas celulares do sistema respiratório. Como consequência, o corpo passa a produzir mais muco, com o objetivo de tentar proteger essas estruturas, e o acúmulo da secreção está relacionado a muitas enfermidades respiratórias.

As doenças respiratórias causadas pelo tabagismo se desenvolvem principalmente porque o revestimento interno do aparelho respiratório não suporta a alta toxicidade do cigarro e nem a alta temperatura de sua fumaça. Dessa forma, sempre que uma pessoa fuma, ela gera um processo de lesão e de substituição de células que favorece o desenvolvimento de câncer e de outras doenças.

Nos brônquios, a fumaça provoca uma reação inflamatória que promove sua destruição progressiva. Assim, as doenças respiratórias vão se desenvolvendo silenciosamente, causando inúmeros estragos no organismo.

Todas as doenças listadas acima também podem ser desencadeadas pelo uso de narguilés e cigarros eletrônicos. Ambos eram vistos como menos prejudiciais que o cigarro. Entretanto, tal pensamento é errado e assim como o tabagismo o consumo desses tipos de fumo são, por vezes, mais prejudiciais que o cigarro.

Como tratar as doenças respiratórias causadas pelo tabagismo?

Individualmente, cada uma das doenças respiratórias causadas pelo tabagismo pode ser tratada ou controlada de maneira específica. Muitas dessas enfermidades não têm cura definitiva — como o enfisema pulmonar, por exemplo —, mas podem ter os sintomas tratados para garantir qualidade de vida ao paciente. A Rinoclínica possui profissionais capacitados e diversos tratamentos para estes casos.

Em todas as situações, o tratamento para as doenças respiratórias causadas pelo tabagismo vai incluir a redução ou eliminação do tabagismo. Isso vale não apenas para o cigarro, mas para qualquer tipo de fumo disponível atualmente: cachimbo, narguilé e até mesmo o cigarro eletrônico.

O próprio tabagismo é atualmente considerado uma doença crônica e que precisa ser tratada por uma equipe multidisciplinar, que pode incluir desde pneumologistas e otorrinolaringologistas a psicólogos. A dependência da nicotina é, na maioria dos casos, o principal problema a ser superado pelo paciente.

Quanto à prevenção das doenças respiratórias causadas pelo tabagismo, a eliminação deste hábito nocivo também se destaca como a maneira mais eficiente de manter a saúde dos pulmões e preservar sua qualidade de vida.

Entre em contato com a Rinoclínica para saber mais sobre este e outros assuntos.

Fontes:

Instituto Nacional do Câncer;

Rinoclínica.

Marque sua consulta conosco!

A Rinoclínica é um centro especializado em otorrinolaringologia, em Porto Alegre – RS especialistas em exames e cirurgias na área de ouvido, nariz e garganta