Fale conosco pelo WhatsApp

Quais os exames para sinusite e rinite?

Exames para sinusite e rinite
Por: Publicado em 22/11/2021

Conheça os principais testes que podem ser realizados pelo médico para diagnosticar essas doenças e como são feitos 

Os meses mais frios costumam favorecer o aparecimento de duas condições que afetam as vias respiratórias: a rinite e a sinusite. Rinite é uma inflamação que ocorre nas mucosas do nariz. É causada por infecções virais, como gripes, ou por processos alérgicos que podem ser desencadeados pelo contato com partículas estranhas ao organismo, como poeira, pólen, pelos de animas e, mais raramente, alguns alimentos.

Já a sinusite é a inflamação das mucosas dos seios da face, ou seios paranasais, cavidades que existem no interior dos ossos do rosto. A sinusite, na maioria das vezes, é provocada por bactérias, mas também pode ser causada por vírus, fungos ou alergias.

Quais são os sintomas da rinite e da sinusite?

As duas condições têm sintomas um pouco diferentes, até mesmo por se manifestarem em locais distintos. Na rinite, os mais comuns são:

  • Espirros;
  • Coceira intensa no nariz;
  • Obstrução nasal;
  • Coriza, com secreção clara e abundante;
  • Lacrimejamento;
  • Irritação no ouvido, no céu da boca e na garganta;
  • Sangramento nasal (em casos raros).

A sinusite costuma apresentar os seguintes sinais:

  • Pressão ou dor na face;
  • Redução ou perda do olfato;
  • Dor de ouvido e no maxilar;
  • Tosse;
  • Febre;
  • Inflamação na garganta;
  • Mau hálito;
  • Náusea;
  • Fadiga.

Diagnóstico: conheça os exames para sinusite e rinite

Além da avaliação física e do histórico clínico do paciente, o médico pode solicitar alguns exames que ajudarão a tornar o diagnóstico das duas doenças mais preciso. Os principais são:

Raio-x: é um dos exames para sinusite e rinite mais indicados. Pelas imagens, o médico consegue identificar inflamações profundas ou obstruções físicas que podem estar contribuindo para o quadro.

Teste de alergia: dentre os exames para sinusite e rinite, o teste de alergia é específico para rinite alérgica. Ele avalia se a pessoa tem anticorpo IgE para determinado alérgeno, o que indica que o organismo o está vendo como algo prejudicial e, por isso, está se protegendo e reagindo. Para realizá-lo, o médico aplica, na superfície da pele, no antebraço ou nas costas, as substâncias que podem estar causando a alergia, como resquícios de ácaro, fungos, entre outros. Depois, ele faz um pequeno furinho no local, totalmente indolor. Passados 20 minutos, caso a pessoa seja alérgica a alguma das substâncias, surge uma erupção na pele, parecida com uma picada de mosquito.

Tomografia computadorizada:tomografia computorizada faz parte dos exames para sinusite e rinite solicitados pelo médico para diagnosticar as duas doenças. Também pode ser indicada no caso de sinusite para ocorrências fora do comum e nas quais há suspeita de condições associadas que justifiquem uma intervenção cirúrgica. É um exame não invasivo, que não causa dor ou desconforto.

– Nasofibrolaringoscopia: dentre os exames para sinusite e rinite, a nasoficrolaringoscopia é um dos mais indicados. Ele investiga as estruturas que vão desde a cavidade nasal até a laringe com o objetivo de diagnosticar doenças que acometem as vias digestivas e vias aéreas superiores. Trata-se de um procedimento rápido e seguro, que pode ser realizado em pacientes de todas as idades, e não necessita de cuidados prévios ou sedação. Esse exame para sinusite e rinite é realizado com um endoscópio chamado nasofibroscópio. O aparelho é composto por um tubo flexível, fibras ópticas, câmera e fonte de luz, que possibilitam a visualização do interior do nariz e demais estruturas da região. As imagens são projetadas em um monitor, em tamanho aumentado, para que o otorrinolaringologista analise as estruturas em tempo real e de maneira detalhada.

– Culturas nasais: dentre os exames para sinusite e rinite, este tem o foco no diagnóstico da sinusite. Ele é feito por meio da retirada de uma amostra de muco coletada de dentro dos seios nasais que, em seguida, é analisada em laboratório. Quando a sinusite não responde aos tratamentos convencionais, este teste é solicitado para ajudar a identificar a causa da doença.

Existe uma série de exames para sinusite e rinite que ajudam o médico a diagnosticar com mais precisão as duas patologias. São testes que exigem um conhecimento prévio do profissional, o que impacta tanto na fidedignidade do exame quanto no conforto e segurança do paciente. Se você busca uma clínica de excelência na área, a Rinoclínica é uma opção segura. Entre em contato!

Fontes:

Ministério da Saúde