Novidades em Tratamento de Rinites

A medicina vem avançando nos estudos em todas as áreas, e a alergia é umas das mais estudadas atualmente. Até pouco tempo atrás acreditava-se que o único tratamento seria pautado no uso de anti-alérgicos, para inibir a reação exacerbada do corpo a determinada substância alérgena. Hoje, já sabemos que existem diversas outras opções, além de estudos em andamento muito promissores.

O tratamento da rinite é dividido em três abordagens: prevenção, medicamentos e imunoterapia.

Sobre a prevenção, já explicamos em outro texto o passo-a-passo para evitar a rinite alérgica. Confira aqui

Medicamentos

O manejo clínico da RA pode ser bastante eficaz para mitigar os efeitos negativos da doença

Imunoterapia (Vacinas)

A imunoterapia, também conhecida como “Vacina para rinite” envolve fornecer aos pacientes estratos contendo alérgenos que estimulam a produção de IgE específica para dessensibiliza-lo àquela determinada substância. Várias formulações foram tentadas, mas as mais usadas atualmente são injeções subcutâneas e gotas sublinguais.

Qualquer pessoa pode fazer o tratamento para rinite com vacinas? A resposta é NÃO. O paciente precisa ser adequadamente investigado, através do Teste Cutâneo Alérgico (explicamos melhor sobre ele aqui). Se este teste mostrar uma alergia específica e intensa, aí sim este paciente terá indicação precisa de realiza-las.

Trata-se de um tratamento longo e de custo relativamente alto, portanto é geralmente indicado para pacientes que já tentaram outras formas de tratamento e não obtiveram sucesso.

Compartilhar nas rede sociais
Share on Facebook
Facebook
Pin on Pinterest
Pinterest
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin